Biografia

De Luca

Cantor e Compositor

Nascido em Brasília e radicado na capital carioca, Matheus De Luca é um cantor, compositor e multi-instrumentista fortemente influenciado pelo rock’n’roll dos anos 60 e 70 (Beatles, Rolling

Stones, Led Zeppelin, Hendrix) e pelos ícones da MPB (Raul Seixas, Tim Maia, Gilberto Gil, etc). Líder da banda Marraio, que atuou no cenário independente do estado do Rio entre 2007 e 2014, passando por palcos tradicionais como o Canecão, Casarão Ameno Resedá, Teatro Rival, Rio Rock Blues, entre outros.

Com o grupo lançou dois discos autorais “Hora da Partida” (2009) e “B – A BA!” (2014). Em 2015, De Luca está preparando seu primeiro trabalho solo e promete surpreender o público com canções inéditas e muitos shows viscerais nessa importante fase de sua carreira. Enquanto o disco não sai, ele faz uma prévia para os espectadores apresentando canções da nova safra como “Conspiratória” e “Babilônia” e também algumas já gravadas pela Marraio – como “Vampira” e “Sexta-feira 13”.

Em janeiro deste ano, o artista abriu a Tattoo Week Rio, o maior festival de tatuagem da América Latina (realizado no Centro SulAmérica de Convenções). Nos meses seguintes, o intérprete foi convidado a encerrar o F.B.I. (Festival de Bandas Independentes), entrou em estúdio para gravar as novidades e se apresentou em diversos palcos do Estado do Rio de Janeiro em formatos variados (sozinho ao violão/piano ou acompanhado de sua banda).



Mídia


Agenda

16 de Abril - 19h 30 no Bangalô

14_abr_16
13_mar_16
29_jan_16
29_jan_16
17_jan_16
16_jan_16
08_jan_16
22_dez_15
12_dez_15
04_dez_15
14_out_15
04_set_15


Novidades

De Luca lança "Pão e Circo"

Shows no Solar Botafogo, nos dias 14 e 15 de outubro, marcaram o lançamento do trabalho autoral, que explora a faceta de multi-instrumentista do intérprete.

Inspirado por alguns de seus maiores ídolos e com a vontade de encarar um novo desafio, De Luca assumiu toda a instrumentação do trabalho “Pão e Circo”. Com 11 músicas, a obra é totalmente inédita e autoral, com algumas parcerias.

O projeto surgiu a partir de canções que o artista já havia feito ao longo dos anos enquanto esteve à frente da banda Marraio. Com o fim do grupo, juntou músicas que considerava mais significativas, se isolou no seu quarto, transformando-o em um estúdio improvisado e começou a gravar os instrumentos. "A parte mais difícil foi a bateria. Como músico de instrumento harmônico, violão, piano, guitarra, tive que sentar e treinar, gravava dez vezes para que uma saísse boa", diverte-se. Além disso, o disco traz sonoridades inusitadas, como a baglama, instrumento do Oriente Médio, escaleta, diversos tipos de violões, pianos com timbres incomuns e camadas de vocais que suprem funções de arranjos.

Certas canções de "Pão e Circo" trazem letras que fazem referências à temas literários como Alice no Pais das Maravilhas, A Roupa Nova do Rei e aos contos do ícone argentino Jorge Luis Borges. A canção que dá nome ao CD e outras faixas como "Absurdiário", "Conspiratória" e "Babilônia" questionam o cotidiano social e fazem refletir sobre os tempos que vivemos.

Para chegar ao tom do trabalho, De Luca cita alguns dos maiores artistas nacionais e internacionais. "Ouvi muito Mutantes, Raul Seixas, Novos Baianos e Gilberto Gil. Esses são os grandes nomes da música brasileira que mais me inspiraram para chegar à sonoridade do disco. Como um apaixonado pelo rock’n’roll, claro que não poderia ficar de fora Beatles, uma referência eterna, Jimi Hendrix e Rolling Stones", afirma.

O cantor já se apresentou em palcos como o saudoso Canecão e outros importantes locais da cena carioca, como o Teatro Rival, o Casarão Ameno Resedá e grandes eventos internacionais como a Tattoo Week Rio, em 2015.

Agora, De Luca se prepara para levar o seu trabalho para diferentes palcos do país, já tendo shows marcados fora do Rio, com apresentações em Petrópolis e Niterói antes do fim do ano. Nos dias 14 e 15 de outubro, o intérprete lançou “Pão e Circo” no Solar de Botafogo recebendo a participação especialíssima de Pepeu Gomes no segundo show. As duas apresentações foram prestigiadas por um público de amigos e inúmeros artistas que foram conferir o evento e amplificar a festa. “Esse projeto foi uma experiência divertida e enriquecedora para minha carreira. Chegou a hora de botar o disco na praça e transmitir essa energia para o público”, afirma.



Contato


Copyright © 2015 DeLuca. Todos os Direitos Reservados.